Impactos da pandemia

Pesquisa avalia qualidade do ‘home office’ entre os bancários

Sindicatos de trabalhadores do país coletam informações para identificar as preferências da categoria e a realidade do trabalho em casa

Pixabay
Bancários responderão a um questionário sobre o home office, elaborado pelo Dieese

São Paulo – Sindicatos de bancários de todo o país iniciam nesta quarta-feira (1º) uma pesquisa para apurar a opinião e informações sobre as condições de trabalho em home office da categoria. A decisão de realizar a pesquisa foi tomada na reunião do Comando Nacional dos Bancários, realizada nesta segunda-feira (29), por videoconferência.

“Nossa intenção é ter informações sobre as preferências da categoria e a realidade do trabalho em home office para o caso de termos que realizar qualquer tipo de negociação sobre o teletrabalho durante nossa Campanha Nacional”, explicou a presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Juvandia Moreira, uma das coordenadoras do Comando Nacional.

“Nossas ações são baseadas naquilo que a categoria define como prioridade, mas também na garantia dos direitos dos trabalhadores, como a manutenção da saúde e das boas condições de trabalho. Por isso essa pesquisa é tão importante”, acrescenta.

Os bancários responderão eletronicamente a um questionário elaborado pelo Dieese, que analisará os dados e apresentará os resultados durante a 22ª Conferência Nacional dos Bancários, nos dias 17 e 18 de julho, por videoconferência, como forma de embasar o debate sobre a minuta de reivindicações para a campanha nacional da categoria.

Bancos públicos e Santander

Às 18h desta terça-feira (30), a Contraf-CUT realiza uma live para abordar os congressos dos bancos públicos e a campanha em defesa dos trabalhadores do Santander no Brasil.

Para falar sobre o 36º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa Econômica Federal (Conecef), que será realizado em 10 e 11 de julho, virtualmente, o convidado é o coordenador da Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa, Dionísio Reis.

Para tirar dúvidas sobre o acordo com o BB e explicar como será o 31º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, dias 10 e 12 de julho, foi convidado o coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, João Fukunaga.

A campanha do movimento sindical contra as demissões que o Santander Brasil está promovendo em plena pandemia de covid-19 também será um dos temas da live desta terça. O secretário de Assuntos Socioeconômicos e representante da Contraf-CUT nas negociações com o Santander, Mario Raia, vai falar sobre a campanha.